RAIS

 

USO DOS CAMPOS PREFIXO E CEI VINCULADO

 

GDRAIS: Importação do SEIFolha

 

Atualizado por Leonardo Amorim em 17/03/2014 08h15

 

 

 

 

PREFIXO

(campo opcional)

 

 

(Manual da Orientações RAIS 2013, Página 17)

 

 

No SEIFolha, o PREFIXO pode ser alterado na Geração de Arquivos, teclando-se ENTER sobre o campo Prefixo (coluna) do empregador posicionado.

 

 

 

 

É recomendável usar o campo PREFIXO quando há mais de um cadastro de Folha para um mesmo empregador (CNPJ), sendo cada cadastro vinculado ao respectivo tomador (informado no campo GFIP Tomador do cadastro de empregador).

 

Um mesmo CNPJ poderá ser repetido na base de dados do GDRAIS, tendo o campo PREFIXO como separador, permitindo uma divisão dos dados da RAIS por tomador.

 

No SEIFolha, o campo GFIP Tomador, no cadastro de empregadores, é utilizado para vincular um empregador do cadastro a um tomador de serviços (cadastrado em Registra Tomadores). Este tipo de cadastro é comum em obras de empreitada parcial ou terceirização de serviços (empresas que fornecem mão-de-obra tais como: administradoras de condomínios, serviços de limpeza e conservação, entre outras).

 

 

 

 

 

CEI VINCULADO

 

 

(Manual de Orientação RAIS 2013 , página 17)

 

Havendo vinculação a um CNPJ, informado no campo GFIP Resp Obra, no cadastro do empregador CEI da FOLHA, será repassada a informação de CEI vinculado automaticamente para o GDRAIS na geração de arquivos.

 

Atenção: Não se deve informar o CEI (obra própria) como inscrição do empregador na RAIS quando o declarante possuir CNPJ  responsável pelo CEI.  Informar na RAIS o CEI como empregador, quando há um CNPJ responsável pelo registro no INSS, compromete o processamento para o pagamento do benefício do PIS dos empregados declarados.

 

O campo GFIP Resp Obra, no cadastro de empresa, é utilizado para indicar obra de construção civil própria (CEI aberto diretamente pelo empregador)

 

 

 

 

 

LLConsulte Soli Deo gloria